Açúcar refinado: perigo presente nos produtos industrializados

0

Até cerca de 300 anos atrás, a humanidade não utilizava o açúcar refinado na sua dieta diária. Nos dias de hoje, nossa civilização é consumidora de milhares de toneladas de açúcar branco por dia. Uma geração de obesos calvos e propensos a problemas do coração.

Muitas doenças modernas são produtos dessa alimentação desequilibrada e altamente química como arteriosclerose, problemas de pele, distúrbios glandulares, cáries dentárias (e outras doenças da boca), leucemia, diabetes, varizes, enxaquecas, insônia, asma, pressão alta, prisão de ventre, problemas de crescimento, osteoporose.


Açúcar refinado e seus perigos

O açúcar refinado branco não existe na natureza. É o resultado de um processamento químico que retira a sacarose branca da garapa, adicionando produtos químicos altamente cancerígenos. Quando as fibras, proteínas, sais minerais e vitaminas são retirados da garapa, resta apenas o carboidrato pobre e isolado. Não é um alimento e, sim, um produto químico.

O açúcar refinado branco não existe na natureza. É o resultado de um processamento químico que retira a sacarose branca da garapa, adicionando produtos químicos altamente cancerígenos. Quando as fibras, proteínas, sais minerais e vitaminas são retirados da garapa, resta apenas o carboidrato pobre e isolado. Não é um alimento e, sim, um produto químico.

VEJA TAMBÉM: Famosos aderem à hipnose para emagrecer

O excesso de açúcar, além da quantidade exorbitante de quilos extras, pode provocar problemas no fígado, doenças cardíacas e câncer. De acordo com cientistas, que escreveram um artigo na revista Nature – A verdade tóxica sobre o açúcar – ele é tão venenoso para o organismo como o cigarro e o álcool.

Produtos industrializados cheios de açúcar – inimigos da saúde

O açúcar adicionado a todos os produtos industrializados é o grande responsável pelo aumento de doenças como o câncer, a obesidade e as diabetes.

Cientistas defendem que os governos criem taxas para elevar o preços dos alimentos industrializados cheios de açúcar, para inibir o consumo. Eles defendem também que esses produtos não sejam vendidos em escolas, e, fora delas, que haja restrições de idade para a sua comercialização.

Cientistas defendem que os governos criem taxas para elevar o preços dos alimentos industrializados cheios de açúcar, para inibir o consumo. Eles defendem também que esses produtos não sejam vendidos em escolas, e, fora delas, que haja restrições de idade para a sua comercialização.

Recomendamos vivamente o livro:  ” Sugar Blues” o gosto amargo do açucar”, do norte-americano William Duftv, Editora Ground.

Comments are closed.

This function has been disabled for Portal Beleza.