Alimentos geneticamente modificados

0

Em dezembro do ano passado, a FDA – Food and Drug Administration, órgão americano que supervisiona os alimentos – aprovou o consumo do salmão geneticamente modificado. Entenda tudo sobre alimentos geneticamente modificados a seguir.

Alimentos geneticamente modificados

A aprovação trouxe à baila novamente a discussão sobre a segurança dos transgênicos, com suas implicações éticas, econômicas e políticas. Pela primeira vez, um produto de origem animal entra na lista dos Organismos Geneticamente Modificados – OGM.

Vários alimentos GM já estão nos supermercados brasileiros, mas a rotulagem é deficiente e é difícil identificá-los.

VEJA TAMBÉM: Carboidrato: sim ou não?

Natureba desde os anos 60, o ex-Beatle é um ativista contra os transgênicos

Natureba desde os anos 60, o ex-Beatle é um ativista contra os transgênicos

Conheça agora alimentos transgênicos que já fazem parte da nossa cadeia alimentar e você não sabia

Milho

Com as variantes transgênicas ocupando 85 por cento das produções no Brasil e EUA, não se espante ao saber que a pipoca que você come no cinema tenha recebido em laboratório um gene que o torna tolerante a herbicida. O mesmo pode ser dito da espiga, dos flocos e das latas de milho das prateleiras dos supermercados. Na Europa, esse tipo de alimento foi totalmente proibido para consumo enquanto que, nos EUA, é tudo liberado.

Com as variantes transgênicas ocupando 85 por cento das produções no Brasil e EUA, não se espante ao saber que a pipoca que você come no cinema tenha recebido em laboratório um gene que o torna tolerante a herbicida. O mesmo pode ser dito da espiga, dos flocos e das latas de milho das prateleiras dos supermercados. Na Europa, esse tipo de alimento foi totalmente proibido para consumo enquanto que, nos EUA, é tudo liberado.

Óleos de cozinha

Óleos feitos a partir da soja, milho e algodão estão no top 3 dos OGM e suas sementes são a galinha dos ovos de ouro de dez empresas que dominam o mercado mundial. Com o refino, grande parte da proteína transgênica é eliminada e, por isso, os produtos são rotulados.

Óleos feitos a partir da soja, milho e algodão estão no top 3 dos OGM e suas sementes são a galinha dos ovos de ouro de dez empresas que dominam o mercado mundial. Com o refino, grande parte da proteína transgênica é eliminada e, apesar disso, os produtos são rotulados.

Soja

No mundo inteiro, a soja geneticamente modificada, a rainha das commodities, vai parar no estômago de animais que não estão nem aí se ele é transgênica ou não. O subproduto mais comum é o óleo, mas há ainda o leite de soja, o tofu e a proteína. No Brasil, onde a soja transgênica ocupa 1/3 das áreas cultivadas, foram liberadas cinco variantes, todas resistentes a herbicidas.

No mundo inteiro, a soja geneticamente modificada, a rainha das commodities, vai parar no estômago de animais que não estão nem aí se ele é transgênica ou não. O subproduto mais comum é o óleo, mas há ainda o leite de soja, o tofu e a proteína. No Brasil, onde a soja transgênica ocupa 1/3 das áreas cultivadas, foram liberadas cinco variantes, todas resistentes a herbicidas.

Queijos

Esse não é um OGM mas sim um alimento em que um OGM foi utilizado no seu processamento. A quimosina, enzima essencial para a coagulação de laticínios, era antes extraída do estômago do cabrito, num processo cruel. Micro-organismos como bactérias e fungos foram modificados para que produzissem a tal enzima. A quimosina é, entretanto, eliminada ao final de processo de fabricação do queijo e, por isso, o produto escapa da rotulação.

Esse não é um OGM mas sim um alimento em que um OGM foi utilizado no seu processamento. A quimosina, enzima essencial para a coagulação de laticínios, era antes extraída do estômago do cabrito, num processo cruel. Micro-organismos como bactérias e fungos foram modificados para que produzissem a tal enzima. A quimosina é, entretanto, eliminada ao final de processo de fabricação do queijo e, por isso, o produto escapa da rotulação.

Pães, bolos e biscoitos

Trigo e centeio ainda não foram modificados e são os principais ingredientes do pão. No entanto, vários ingredientes de suas confecção vêm da soja, óleo e agentes emulsificantes. Glucose e amido podem advir de produtos GM; entre os aditivos mais comuns, alguns são GM, como glutamato, enzimas e ácido ascórbico.

Trigo e centeio ainda não foram modificados e são os principais ingredientes do pão. No entanto, vários ingredientes de suas confecção vêm da soja, óleo e agentes emulsificantes. Glucose e amido podem advir de produtos GM; entre os aditivos mais comuns, alguns são GM, como glutamato, enzimas e ácido ascórbico.

Salmão

A aprovação do salmão GM pela FDA precisa agora ser aprovada pelo público e outros organismos americanos. Os especialistas afirmam que não há perigos para a saúde humana e que o seu maior impacto pode ser ambiental, pois suas população poderia aumentar rapidamente e eliminar outros peixes.

A aprovação do salmão GM pela FDA precisa agora ser aprovada pelo público e outros organismos americanos. Os especialistas afirmam que não há perigos para a saúde humana e que o seu maior impacto pode ser ambiental, pois suas população poderia aumentar rapidamente e eliminar outros peixes.

VEJA TAMBÉM: Dieta VLCD: 800 calorias é o limite

Veja o que são os alimentos transgênicos

Comments are closed.

This function has been disabled for Portal Beleza.