Carboidrato: sim ou não?

0
<

É verdade que cortar o carboidrato ajuda a emagrecer, mas a sua eliminação total da dieta causa cansaço e indisposição pois é um nutriente essencial para uma alimentação equilibrada.

As dietas de grande restrição de carboidratos fazem realmente você perder peso mas, ao fim e ao cabo, não são saudáveis para o organismo. Carboidratos são essenciais para fornecer energia para enfrentar as durezas do dia-à-dia.

Um estudo recente realizado pela Universidade Hebraica de Jerusalém mostrou que consumir carboidrato em quantidades pequenas após as 18 horas é bom para a saúde.

A ingestão diária recomendada a um adulto é de 150 gramas de carboidrato, o que equivale a dois pegadores de espaguete. Pra deixar essa macarronada nutritiva, é preciso incluir proteína, como o salmão, por exemplo

A ingestão diária recomendada a um adulto é de 150 gramas de carboidrato, o que equivale a dois pegadores de espaguete. Pra deixar essa macarronada nutritiva, é preciso incluir proteína, como o salmão, por exemplo

O que o estudo indica é que o ganho de peso não está relacionado ao carboidrato consumido à noite, mas à qualidade da comida no resto do dia, ao sedentarismo e ao exagero na ingestão dos alimentos.

Carboidrato não é o mau da fita: entenda

As dietas sem carboidrato estão na moda porque favorecem o emagrecimento rápido. Algumas, como a dieta Dunkan, eliminam o nutriente do cardápio durante meses em sua fase inicial. As suas principais fontes são os açúcares, pães, bolos, arroz, batata, milho, trigo e outros.

A restrição do carboidrato em uma dieta de emagrecimento favorece a perda de massa magra, ou seja, a massa muscular. O aumento do consumo de proteína e gordura pode trazer complicações renais e hepáticas.

A massa magra é necessária acelera o metabolismo de repouso, aumentando o gasto calórico e facilitando o emagrecimento. O ideal é consumir os alimentos integrais para não colocar em risco a sua saúde.

Conheça a Dieta do Carboidrato

 

<

Comments are closed.