Óleo de coco: sete bons motivos para consumir

0
<

Quatro colheres de sopa por dia é a quantia recomendada dessa de óleo de coco, de origem vegetal, que está sendo utilizada não só por quem está de dieta mas por todo mundo que tem problemas de saúde.

O óleo de coco, um produto cem por cento natural, reduz o colesterol ruim, ajuda a emagrecer e controla o diabetes e os níveis de açúcar no sangue.

Vendido em lojas de produtos naturais ou farmácias, o óleo de coco tem duas versões: em forma de capsulas, que podem ser ingeridas durante o almoço ou o jantar; e a versão em óleo que pode ser adicionada no preparo dos alimentos, em pastas e patês para acompanhar torradinhas ou misturado em vitaminas e sucos.

Para você compreender como ele age no organismo e de como ele por ser útil para a sua saúde, apresentamos os tópicos a seguir:

VEJA TAMBÉM: Superalimentos que você deve consumir mais

Controla a compulsão por carboidratos

É um ingrediente fundamental para quem não resiste a uma guloseima ou sofre de diabetes. O óleo ajuda a manter estáveis os níveis de açúcar no sangue e desestimula a liberação de insulina, o que faz diminuir a compulsão por carboidratos. O óleo de coco favorece a entrada de insulina nas células, normalizando a taxa de açúcar no sangue.

É um ingrediente fundamental para quem não resiste a uma guloseima ou sofre de diabetes. O óleo ajuda a manter estáveis os níveis de açúcar no sangue e desestimula a liberação de insulina, o que faz diminuir a compulsão por carboidratos. O óleo de coco favorece a entrada de insulina nas células, normalizando a taxa de açúcar no sangue.

Promove a saciedade

A digestão do óleo de coco é diferente porque ele é uma gordura. Permanece mais tempo no estômago que um carboidrato e por isso a sensação de saciedade. Com o apetite em baixa, fica mais difícil sabotar a sua dieta e sua vontade de emagrecer.

A digestão do óleo de coco é diferente porque ele é uma gordura. Permanece mais tempo no estômago que um carboidrato e por isso a sensação de saciedade. Com o apetite em baixa, fica mais difícil sabotar a sua dieta e sua vontade de emagrecer.

Acelera o metabolismo

OO óleo de coco, se for consumido diariamente, aumenta o gasto energético do organismo. Estimula o funcionamento da glândula tireoide, ligada diretamente ao metabolismo, aumentando a queima de calorias. Não adianta apostar em dietas radicais se a tireoide não estiver com o seu funcionamento regularizado.

O óleo de coco, se for consumido diariamente, aumenta o gasto energético do organismo. Estimula o funcionamento da glândula tireoide, ligada diretamente ao metabolismo, aumentando a queima de calorias. Não adianta apostar em dietas radicais se a tireoide não estiver com o seu funcionamento regularizado.

Combate a prisão de ventre

O óleo de coco tem rápida absorção e solubilidade. Seus componentes auxiliam no trânsito intestinal. A sua ação também pode ser contrária, para quem sofre de intestino solto. Elimina bactérias e favorece o crescimento de uma flora intestinal saudável.

O óleo de coco tem rápida absorção e solubilidade. Seus componentes auxiliam no trânsito intestinal. A sua ação também pode ser contrária, para quem sofre de intestino solto. Elimina bactérias e favorece o crescimento de uma flora intestinal saudável.

Reduz o colesterol

O bom funcionamento da tireoide garante a redução do colesterol ruim (LDL) e a elevação do colesterol bom (HDL). Coma normalização da taxa de colesterol no sangue, reduz-se o perigo de doenças cardiovasculares.

O bom funcionamento da tireoide garante a redução do colesterol ruim (LDL) e a elevação do colesterol bom (HDL). Coma normalização da taxa de colesterol no sangue, reduz-se o perigo de doenças cardiovasculares.

Fortalece o sistema imunológico

O óleo de coco combate e previne contra o ataque de fungos e bactérias, que ameaçam nossa saúde, e melhora a absorção de nutrientes, reforçando a defesa do organismo. Isso ocorre por causa da presença do ácido láurico, presente no leite materno, que combate inúmeras infecções.

O óleo de coco combate e previne contra o ataque de fungos e bactérias, que ameaçam nossa saúde, e melhora a absorção de nutrientes, reforçando a defesa do organismo. Isso ocorre por causa da presença do ácido láurico, presente no leite materno, que combate inúmeras infecções.

Combate o envelhecimento precoce

O óleo de coco combate a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das células. O acúmulo de radicais livres pode causar o envelhecimento precoce e também a ocorrência de cânceres em decorrência da oxidação de células saudáveis.

O óleo de coco combate a ação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das células. O acúmulo de radicais livres pode causar o envelhecimento precoce e também a ocorrência de cânceres em decorrência da oxidação de células saudáveis.

VEJA TAMBÉM: A dieta da saciedade: nada de comprimidos milagrosos

<

Comments are closed.